Deus se esqueceu de mim

Deus se esqueceu de mim

Todo o que o Pai me dá virá a mim; e o que vem a mim de maneira nenhuma o lançarei fora. Porque eu desci do céu, não para fazer a minha vontade, mas a vontade daquele que me enviou. E a vontade do que me enviou é esta: Que eu não perca nenhum de todos aqueles que me deu, mas que eu o ressuscite no último dia. Porquanto esta é a vontade de meu Pai: Que todo aquele que vê o Filho e crê nele, tenha a vida eterna; e eu o ressuscitarei no último dia. João 6: 37 a 40

E a vida eterna é esta: que te conheçam a ti, como o único Deus verdadeiro, e a Jesus Cristo, aquele que tu enviaste. – João 17: 3

E em nenhum outro há salvação; porque debaixo do céu nenhum outro nome há, dado entre os homens, em que devamos ser salvos.  – Atos dos Apóstolos 4:12

Neste mundo ainda existem pessoas que vivem a reclamar dizendo que Deus esqueceu-se delas, que Deus nem sabe que elas existem ou ainda que elas não têm a menor importância para Deus. Sentem-se demasiadamente sozinhas, abandonadas e desamparadas nesse mundo cruel e cheio de pecado.

Isso só quer dizer uma coisa: essas pessoas ainda não conhecem a verdade.

Ora! Vamos supor que o seu vizinho, o Sr. José que é uma pessoa muito boa e caridosa, há muito tempo esteja passando por muitas e graves dificuldade na vida. Você já tentou ajudá-lo de diversas maneiras, mas não conseguiu melhorar a situação dele. 

Na mesma rua na aonde moram você e o Senhor José, bem na parte de baixo, morava o jovem Ricardo. Ricardo era um jovem problemático e muito rebelde. Vivia perturbando todo mundo, fazia toda espécie de maldade e muitas vezes ele realizava pequenos furtos pela vizinhança, até que alguns anos atrás ele acabou envolvendo-se com um pessoal da pesada e entrou para o tráfico de drogas. Depois disso ele começou a cometer diversos assaltos à mão aramada e no último ano, depois de assassinar um policial ele acabou preso.

Pelo Senhor José, que é um homem bom e correto, você até faria muitos sacrifícios para poder ajudá-lo. Quem sabe num momento de extrema compaixão você até pensaria em dar algo seu que fosse muito valioso para que ele pudesse ter uma vida melhor. Quem sabe um carro, uma casa e num gesto de extraordinária caridade, você até daria o seu filho único, o seu filho amado.

Aí eu te pergunto:

E pelo jovem Ricardo, você faria o mesmo?

É complicado não é?

Para o nosso Deus não existe complicação. Ele não pensou duas vezes.

Exatamente! Foi isso que o Nosso Deus e Pai fez. Ele, na sua infinita misericórdia deu o seu único e amado filho para que Ele se oferecesse em sacrifício vivo pelos pecados tanto do Senhor José quanto do jovem Ricardo. O Senhor Jesus Cristo veio trazer a paz, a vida, a liberdade, a saúde, a felicidade, a salvação e a Vida Eterna tanto para os bons quanto para os maus, tanto para merecedores quanto para não merecedores.

E nós? O que devemos fazer para termos direito a todas essas bênçãos?

Devemos fazer boas obras?
Devemos ajudar os pobres?
O que temos que fazer para que possamos merecer essas grandes bênçãos de Deus?

Não temos que fazer nada! Não há o que possamos fazer!

Nada! Como assim?

E como Moisés levantou a serpente no deserto, assim importa que o Filho do homem seja levantado; para que todo aquele que nele crê tenha a vida eterna. Porque Deus amou o mundo de tal maneira que deu o seu Filho unigênito, para que todo aquele que nele crê não pereça, mas tenha a vida eterna. Porque Deus enviou o seu Filho ao mundo, não para que julgasse o mundo, mas para que o mundo fosse salvo por ele. – João 3: 14 a 17

Porque pela graça sois salvos, por meio da fé; e isto não vem de vós, é dom de Deus; – Efésios 2:8

Exatamente! Não existe nada de bom ou excelente que possamos fazer para podermos merecer tamanho amor de Deus, pois o nosso Deus nos ama não pelas nossas obras, mas sim porque Ele é puro e sublime Amor. Ele não mede esforços para que possamos ter uma vida feliz e cheia de plenitude.

Quem tem o Filho tem a vida; quem não tem o Filho de Deus não tem a vida. 1 João 5:12

Os homens são pecadores por natureza e neles não há nada de bom, pois Bom é somente o nosso Deus. É por isso que devemos sempre estar ligados ao Senhor Jesus Cristo. O Senhor da Vida e do Amor é a nossa força e o nosso vigor, só quando estamos juntos dEle é que nós podemos ser nutridos não só pelo seu vivificante Espírito Santo quanto pelo seu Amor incondicional.

Eleitos segundo a presciência de Deus Pai, na santificação do Espírito, para a obediência e aspersão do sangue de Jesus Cristo: 1 Pedro 1:2

O Senhor Jesus Cristo veio trazer uma nova vida, uma vida abundante, feliz e cheia de esperança isso para merecedores e também para não merecedores.

Irmãos e irmãs! Vamos deixar de lado os nossos pensamentos de abandono, solidão e de baixa auto-estima porque nós, os escolhidos do Senhor, fomos chamados desde o principio não para ficarmos reclamando ou buscando os nossos próprios interesses e sim os interesses de Deus, não somos um acidente.

Fomos separados pelo próprio Deus e Pai para que, com coragem, confiança e perseverança na Palavra de Deus espalhemos pelo mundo o maravilhoso e encantador perfume do infinito e inesgotável Amor do Senhor Jesus Cristo por todos nós.

Sejamos obedientes e levemos uma vida santificada apoiando-nos sempre no nosso exemplo único e maior que é o nosso Senhor da Glória que, por amor e pela sua divina vida, nos resgatou do mundo das trevas e nos conduziu até o Pai das nossas almas.

Hoje, o que podemos e devemos fazer em sinal de gratidão e esperança pela nossa prometida coroa da vitória é espalharmos entre os irmãos e irmãs que ainda não conhecem o nosso Deus maravilhoso, e que ainda vivem nas trevas, o agradável e renovador perfume do imenso e majestoso sacrifício que o nosso Deus de Amor realizou para a salvação de todas as almas.

O nosso Deus, amorosamente nos convida a fazermos parte efetiva e atuante do seu exército e na sua obra redentora que, iniciada pelo grande sacrifício de Amor do Senhor Jesus Cristo, teve como ponto alto a gloriosa e vitoriosa ressurreição do nosso Deus e Senhor.

Por isso Ele nos diz:

Não se turbe o vosso coração; credes em Deus, crede também em mim. Na casa de meu Pai há muitas moradas; se não fosse assim, eu vo-lo teria dito; vou preparar-vos lugar. E, se eu for e vos preparar lugar, virei outra vez, e vos tomarei para mim mesmo, para que onde eu estiver estejais vós também. E para onde eu vou vós conheceis o caminho. João 14:1-4

Pai, desejo que onde eu estou, estejam comigo também aqueles que me tens dado, para verem a minha glória, a qual me deste; pois que me amaste antes da fundação do mundo.
Pai justo, o mundo não te conheceu, mas eu te conheço; conheceram que tu me enviaste;
e eu lhes fiz conhecer o teu nome, e lho farei conhecer ainda; para que haja neles aquele amor com que me amaste, e também eu neles esteja. – João 17:20-26

Eu sou o caminho, e a verdade, e a vida; ninguém vem ao Pai, senão por mim. João 14:6
Eu sou a ressurreição e a vida; quem crê em mim, ainda que morra, viverá; – João 11:25
Em verdade, em verdade vos digo: Aquele que crê tem a vida eterna. – João 6:47

Em verdade, em verdade vos digo que quem ouve a minha palavra, e crê naquele que me enviou, tem a vida eterna e não entra em juízo, mas já passou da morte para a vida. – João 5:24

A Santíssima Trindade toda Honra, Glória e Louvor eternamente. Amém! Um forte abraço e fique com Deus.

Veja também: