Como vencer no deserto 2

Jesus, cheio do Espírito Santo, voltou do Jordão e foi levado pelo Espírito ao deserto, onde, durante quarenta dias, foi tentado pelo Diabo. Não comeu nada durante esses dias e, ao fim deles, teve fome. O Diabo lhe disse: "Se és o Filho de Deus, manda esta pedra transformar-se em pão". 4 Jesus respondeu: "Está escrito: 'Nem só de pão viverá o homem'" – Lucas 4:1 a 4

Jesus já estava no deserto havia quarenta dias. Ele estava num ambiente seco. Ele estava com fome. Fome quer dizer carência de alimento. Carência de alimento é o contrário de fartura. Diante já podemos afirmar que Jesus estava vivendo um período de crise. Um período de carência. Um período de crise.

Vamos observar como foi que o Senhor Jesus conseguiu vencer o diabo naquela situação de crise. Vamos ver como Ele lutou e o que foi que lhe deu a vitória.

Vamos fazer abaixo um breve estudo dessa situação. Para isso vamos. Vamos chamar o diabo de “crise”.

A crise investiu a primeira vez contra Jesus:

–  "Se és o Filho de Deus, manda esta pedra transformar-se em pão".

Jesus rechaçou a crise contra atacando com a palavra de Deus:

"Está escrito: 'Nem só de pão viverá o homem'"

Aí está a nossa primeira lição:

A crise pode estar do jeito que ela estiver. Pode ser uma onda pequena, pode ser tsunami. Não importa. Para vencer a crise o ser humano não pode somente confiar na força do seu braço. Nós não podemos achar que a nossa vida é baseada somente no que olhamos ao nosso redor ou nos nossos desejos e  necessidades. A nossa vida é movimentada, primeiramente, pela vontade, pela Palavra e pela força do nosso bom Deus. 

Mas Jesus lhe respondeu: Está escrito: Nem só de pão viverá o homem, mas de toda palavra que sai da boca de Deus. Mateus 4:4
 
A palavra que sai da boca de Deus sempre será vida. Ela foi vida para Jesus Cristo e sempre será vida para todos aquele que creem na força e no Poder dela.

 

Tentação significa induzir alguém a praticar o mal. Foi isso que o diabo fez com o nosso Senhor Jesus Cristo, ele tentou fazer o nosso Senhor Jesus pecar, mas a única coisa que ele conseguiu foi mais uma derrota dele diante do Senhor da glória.

Confesso que o fato do próprio Deus ter levado o Senhor Jesus Cristo ao deserto para ser tentado me causou muita estranheza, mas depois pensando um pouco sobre essa passagem, logo me veio à mente que o nosso Deus é um Pai amoroso, Ele jamais dá ou faz aos seus filhos coisas ruins.

O fato dEle ter levado o Senhor Jesus para o deserto, o porquê dEle ter feito o que Ele fez, isso nós não sabemos. Só sabemos que essa passagem da tentação no deserto nos deixou uma lição muito importante que é: Como nós devemos nos comportar em situações semelhantes àquela que o Senhor Jesus enfrentou.

Vamos ver melhor como é que podemos colocar em prática nas nossas vidas esses valiosos ensinamentos:

Observando melhor a palavra observamos que o Senhor Jesus Cristo estava repleto do Espírito Santo e que o próprio Deus o levou ao deserto para ser tentado.

Nessa mensagem de hoje o Espírito Santo nos ensinou que, mesmo quando estamos cheios do Espírito Santo de Deus nós também podemos ser alvos das tentações do diabo. Por isso. é como a palavra nos aconselha, devemos orar e vigiar sempre.

E quando podemos perceber que o diabo está nos tentando?

Quando notarmos que estamos sendo induzidos a praticar o mal. Se observarmos cuidadosamente e percebermos em nós algum pensamento, atitude ou gesto que possam nos levar a praticar o mal isso é um sinal muito claro que devemos nos armar com a palavra de Deus para podermos enfrentar o diabo, pois ele dessa forma, está agindo nas nossas vidas.

E como lidar com as tentações do diabo?

Quando notarmos que estamos sendo atacados pelo mal, a primeira coisa a fazer é nos manter calmos, serenos e esvaziados. E, ali no deserto dos nossos pensamentos, emoções e sentimentos que devemos procurar por uma palavra de Deus que venha a nos orientar, dar confiança e nos livrar das investidas do maligno.

Para que possamos também, a exemplo do Senhor Jesus Cristo, resistirmos bravamente a todas as investidas do mal, devemos nos apoiar somente na palavra de Deus e em nada mais

É no deserto das nossas existências, é no deserto das nossas opiniões, das nossas forças que nós podemos ouvir a voz do nosso Deus e assim encontramos a saída e o livramento que o nosso Soberano Senhor da plenitude tem para todos nós.

Amém e graças a Deus. Fique na paz do Senhor Jesus Cristo.

Edilson Rodrigues Silva

Veja também: