É POSSIVEL SIM, RECONQUISTAR O SEU AMOR, O VERDADEIRO AMOR NUNCA ACABA

Aquele plantão estava sendo a pior noite da vida de Maria Clara. Ela estava muito triste, e profundamente abatida.  Você sabia que, mesmo depois de uma briga muito feia, do término de um relacionamento, ou da separação, um casal pode sim, voltar a ser muito feliz?  Isso é possível sim, porque, para um amor verdadeiro, sempre existe o tempo certo, o perdão, e a possibilidade de um novo recomeço.

Acompanhe comigo essa mensagem até o final, que vou mostrar para você, que é possível sim, você reconquistar a pessoa amada, e voltar a ser muito feliz, ao lado do grande amor da sua vida. 

Aquele plantão estava sendo a pior noite da vida de Maria Clara. Ela estava muito triste e abatida. No hospital, pacientes, médicos, e colegas de trabalho, todos perceberam que ela, não parecia em nada, com àquela técnica de enfermagem, amorosa e simpática que todos estavam acostumados a ver.

O que eles não sabiam, é que mais ou menos umas quatro horas antes dela ir para o trabalho, na frente de uma faculdade, ela havia tido uma discursão, bastante feia, com o namorado dela. Houve um desentendimento grave entre eles   depois virou uma discursão, e terminou numa briga, com muita agressão verbal, de ambas as partes. 

Todas aquelas palavras agressivas e humilhantes, que foram ditas ali, no calor do momento, ainda estavam ecoando forte, na mente, e nos sentimentos dela. Tudo aquilo que o Fernando havia dito, e feito, ainda estava batendo muito forte e dolorido no coração dela.  Ela ainda estava ouvindo o Fernando dizer: chega Maria Clara. Pra mim, agora chega. Você está ficando maluca. Não dá mais para namorar ou ficar com você.   Você está doente. Eu não quero viver com uma mulher perturbada, e briguenta, como você.  Suma da minha vida! Eu não quero mais saber de você! Me esqueça porque, da minha parte, eu vou esquecer você. Suma da minha vida!  

Maria Clara e Fernando haviam se conhecido cerca de cinco anos atrás, quando os dois frequentavam a mesma escola de segundo grau. No começo, como todo casal apaixonado, tudo era muito lindo: belos sonhos, mensagens cheias de carinho, presentes, promessas e maravilhosos planos para um futuro cheio de união, amor e felicidade. 

O tempo foi passando, e o casal foi ficando, cada vez mais unido, e feliz. Todos admiravam, e alguns até invejavam, o quanto eles eram unidos e felizes. Realmente, era um casal muito bonito. Eles faziam quase tudo juntos. Iam ao parque, para a academia, para o curso de inglês, e até para a igreja. Todos admiravam o belo amor que os dois jovens compartilhavam.

Entretanto, toda essa alegria e felicidade começaram a desmoronar, quando o Fernando entrou para a faculdade de administração. O Fernando era o tipo do rapaz que gostava muito de estudar. Ele era aquele tipo de garoto muito gente boa, simpático, divertido, comunicativo.  Um cara legal, atencioso, aquele tipo de pessoa que gostava de ajudar todo mundo, e que quase todas as pessoas, gostavam dele. 

Até aí, tudo bem! Afinal de contas, Maria Clara, também havia se interessado, e gostado imediatamente do moço, justamente por ele ser quem ele era. E por causa desse jeito bacana dele.  O fato é que, aquela nova vida de universitário do Fernando, havia causado profundas mudanças na vida do garoto, na vida da Maria Clara, e no relacionamento deles. Principalmente, no que dizia respeito ao tempo em que eles passavam juntos.

Fernando conheceu novas pessoas. Assumiu novos compromissos. Fez novas amizades. E, por conta disso, muitas vezes ele acabou deixando de ficar com a namorada, para fazer trabalhos acadêmicos, participar de reuniões, encontros com a turma, se dedicar e estudar forte para as provas. Maria Clara estava muito acostumada, com o Fernando que ela conhecia antes da faculdade.  Ela queria que tudo continuasse com a união, com o entendimento e com a vida feliz, que eles tinham antes do namorado dela, e do relacionamento deles, mudarem tanto.

Tudo tinha ficado mais difícil para ela. Agora, ela já não tinha mais a segurança, a alegria, e a felicidade de antes.  Ela vivia triste, insegura, com a autoestima baixa, e enciumada.  Começou a pegar forte no pé do garoto, implicar com as amizades, com o jogo de futebol, com os novos amigos e, principalmente, com as muitas amigas da faculdade.

Maria Clara, não queria ser assim. Mas ela não sabia, e não conseguia fazer nada diferente disso. Ela não estava mais conseguindo se controlar.  Quando o telefone do namorado tocava, ela já ficava brava. Queria saber quem estava chamando. O que a pessoa queria. Ela vivia completamente insegura. Vigiava dia e noite, o aplicativo de mensagens, e qualquer outro movimento do rapaz nas redes sociais.

Durante mais ou menos oito meses, o Fernando foi tentando contornar a situação. Procurou acalmar a namorada, passar segurança para ela, afinal de contas, ele também gostava muito dela. No começo, ele até que achava bonitinho todo aquele ciúme da Maria Clara. Mas o fato é que, com o tempo, aquela situação foi saindo do controle e, o que antes era uma moderada demonstração de amor e bem querer, passou a ser um verdadeiro tormento na vida do rapaz. 

Com tudo aquilo de negativo que estava acontecendo, Fernando já não estava mais feliz, ao lado da namorada. Eram muitas brigas, desentendimentos e muita perseguição. Fernando queria paz. Queria ter um relacionamento equilibrado, cheio de cumplicidade, companheirismo, e que proporcionasse aos dois a oportunidade de serem pessoas mais realizadas, e felizes. E não era isso que ele estava sentindo, ou vendo acontecer, na vida dele.

Essa situação foi se estendendo, até que chegou o derradeiro dia, daquela briga na porta da faculdade. Diante daquela situação, Fernando também perdeu o controle. Ele xingou, brigou, e decidiu terminar o namoro. E disse com todas as palavras: que não queria mais nada com Maria Clara.   

Aquela noite no hospital foi uma noite terrível para a garota. Ela chorou muito. Ficou lembrando o tempo todo da briga, das palavras duras e sofridas que ela ouviu. Ao mesmo tempo ela se lembrava com carinho do Fernando. Ela sentia falta do rapaz, e tinha muitas saudades. Ela ficava a todo instante, se lembrando dos momentos felizes que eles passaram juntos. O coração dela estava completamente confuso, dolorido, e despedaçado.

Os dias foram passando. O Fernando não a procurou mais. Ela ligava, ele não atendia. Ela tentava falar com ele na rua, mas ele não queria saber dela. A única coisa que ele falava para ela é que, tudo tinha acabado. E que era para ela procurar outra pessoa por que, com ele, ela não tinha a menor chance de ficar.  Conforme Maria Clara foi entendendo o que de fato tinha acontecido, a tristeza, a saudade, o sentimento de abandono, a dor, o sofrimento, e o sentimento de perda, foram aumentando. Ela já não pensava direito, não comia, mesmo sem força, ela só saía de casa para trabalhar. Mesmo assim, isso era feito com muita dor e sacrifício. Por ela, ela só ficava no quarto escuro, dormindo, e chorando.

Na família da Maria Clara os parentes e amigos mais próximos, já estavam sabendo o que tinha acontecido com a garota. Todos se uniram, para ajudar a jovem, a sair daquela situação. Foi quando a Vera, uma amiga da mãe dela, foi falar com Maria Clara.  A Vera foi falar com a garota porque, a mais ou menos uns três anos antes, ela havia passado pelo mesmo problema, e havia conseguido superar aquela situação. Quando a Vera entrou no quarto da Maria Clara, ela deu um forte abraço na garota, e depois começou a conversar com a jovem.

Vera pegou o celular dela, localizou uma oração na internet, e fez junto com Maria Clara.  Depois da oração a moça ficou bem mais calma.  Vera continuou a conversar com a jovem e deu várias dicas para que a garota conseguisse superar aquela situação. Ela pegou o celular novamente, e mostrou para a Maria Clara um site com muitas mensagens legais, e também mostrou um curso que ela tinha feito. Um curso que, segundo a Vera, tinha ajudado muito ela, e que tinha feito toda diferença para que ela pudesse suportar, e vencer, uma crise semelhante àquela que Maria estava passando.

Uma situação muito difícil, que ela tinha vivido no passado, e que acabou levando ela a se separar do Fábio, que na época, era o namorado dela, e que hoje,  depois que todos os problemas foram superados, ele veio a ser o seu marido.

Ela disse para Maria Clara: Clarinha! Eu sei que agora está muito difícil, para você pensar em muitas coisas, mas eu gostaria que você tirasse um tempo, para dar uma olhada nesse curso que eu fiz pela internet, e que foi de fundamental importância para que eu pudesse enfrentar, e vencer, àquela que foi uma das piores fases da minha vida. Foi uma situação, exatamente igual, a essa que você está passando agora.  A Vera ficou ainda algum tempo conversando com a Maria Clara e com a mãe dela, e depois foi embora.

O tempo passou. Depois de quatro meses, durante mais um plantão noturno, Maria Clara foi levar uns exames para o laboratório que ficava no segundo andar, do hospital em que  ela trabalhava, quando ela foi surpreendida no corredor, pela inesperada presença do seu ex namorado, o  Fernando.  O rapaz estava ali, acompanhando a mãe dele em alguns exames. Mesmo com muito receio, ela não teve orgulho, cumprimentou o garoto com educação, e muita simpatia. 

Eles conversaram brevemente, e, como Maria Clara, estava de serviço, ela se despediu, e voltou para o sétimo andar, que era o lugar onde ela estava trabalhando naquela noite. Fernando havia ficado no segundo andar, mas alguma coisa mexeu muito com o rapaz. Mesmo em tão pouco tempo, Ele tinha notado algo diferente na Maria Clara. Na opinião dele, a jovem não lembrava em nada, àquela mesma garota de uns meses atrás. Ela estava mais bonita, mais madura, mais segura.

Por alguns instantes, no coração do Fernando, vieram doces e maravilhosas lembranças do passado.  Quase duas horas depois, como os exames da mãe do Fernando estavam demorando, ele resolveu ir até a lanchonete do hospital. Qual não foi a surpresa dele, quando passou na sua frente a Maria Clara e algumas colegas de trabalho dela, que estavam indo para o refeitório do hospital.  Ainda muito impressionado com a boa surpresa que ele havia tido horas antes, com toda educação, ele foi até a Maria Clara e pediu para falar com ela.

Eles ficaram ali conversando por alguns minutos e, de fato, o rapaz pôde comprovar a primeira impressão que ele tinha tido a respeito da garota. Maria Clara realmente estava diferente.  Ela já não lembrava em nada, aquela namorada chata, insegura, e briguenta de antes.  Fernando perguntou, se ela já estava com outra pessoa, e se ele poderia ligar outro dia para ela. Ela disse que não estava namorando ninguém, e que ele poderia sim, ligar para ela. Como àquela nova Maria Clara, não saía da cabeça do Fernando, dois dias depois, ele ligou para ela.

Eles conversaram por algum tempo, e durante os dias seguintes também. Depois de duas semanas eles resolveram voltar a namorar.  É como diz a palavra de Deus em Eclesiastes 3: Tudo nesse mundo tem o seu tempo.  Tempo de derrubar, e tempo de construir; tempo de ficar triste, e tempo de se alegrar; tempo de chorar, e tempo de dançar; tempo de abraçar, e tempo de se afastar. Há tempo de amar, e tempo de odiar; tempo de guerra, e tempo de paz.

E também, o que está em 1 Coríntios 13:8, o amor é eterno.  Sim, é isso mesmo! O verdadeiro amor é eterno, ele nunca morre. O amor verdadeiro, ainda que encoberto, por espessas camadas de nuvens cinzentas provocadas pelas brigas  e desentendimentos do dia a dia. Ele é como sól. embora não conseguimos vê-lo, ele está lá. Mesmo encoberto pelas escuras nuvens da crise, ele está lá e continua a brilhar com toda sua luz e calor. 

Foi exatamente isso que aconteceu com Fernando, e Maria Clara. Fernando ficou muito impressionado com a mudança de Maria Clara. Ele ficou tão surpreso que passou novamente a admirar, e a desejar com mais intensidade que antes, aquela nova mulher que havia conquistado pela segunda vez, o seu coração.  Maria Clara e Fernando voltaram a namorar. Depois de dois anos, se casaram, tiveram três lindos filhos, e continuam muito felizes até hoje.  

Minha querida amiga, e meu querido amigo, se você quiser conhecer, o maravilhoso curso que a Maria Clara fez e que possibilitou ela, a Vera, e tantas outras pessoas a realizarem uma verdadeira transformação no seu jeito de pensar, de falar, e principalmente, no seu jeito de agir.  Então CLIQUE AQUI e conheça hoje mesmo, esse curso altamente transformador que há muitos anos, com elevados índices de aceitação e satisfação, comprovadamente já abriu as portas e caminhos para a restauração de milhares de relacionamentos, namoros, e casamentos. 

Você não pode deixar de lutar pela sua felicidade. Tenha fé. Tenha força, e acredite sempre. Para Deus, tudo é possível! E, se você tiver a melhor orientação, tudo vai ficar mais fácil. Não perca mais tempo, CLIQUE AQUI e venha se juntar às milhares de pessoas que tiveram os seus relacionamentos, e as suas vidas completamente restauradas, e felizes. Um forte abraço para você. Fique com Deus e até a próxima mensagem.

Veja também: