Como não ser uma pessoa fofoqueira

Como não ser uma pessoa fofoqueira

Muitas vezes a Palavra de Deus nos alerta sobre a importância de controlarmos a nossa língua e a nossa comunicação. Nós podemos vivenciar muitas situações agradáveis ou não como consequência daquilo que falamos. As palavras que saem do nosso coração e da nossa boca podem nos levar a vida e a glória ou a derrota e a morte. 

Alguém está pensando que é religioso? Se não souber controlar a língua, a sua religião não vale nada, e ele está enganando a si mesmo. – Tiago 1:26

Todos nós sempre cometemos erros. Quem não comete nenhum erro no que diz é uma pessoa madura, capaz de controlar todo o seu corpo. – Tiago 3:2

É por meio das nossas palavras que abençoamos ou amaldiçoamos alguém. É por meio das nossas palavras que perdoamos, condenamos, mentimos, falamos a verdade, exaltamos ou humilhamos. É por meio das nossas palavras que podemos fazer muitas coisas boas e também outras tantas ruins. Diante de tamanha responsabilidade que devemos ter com as nossas palavras e conversas logo vem à pergunta: Como ter o domínio e o equilíbrio sobre as nossas palavras e conversas? Como não ser uma pessoa fofoqueira?

É muito comum orarmos e pedirmos que o Espírito Santo de Deus proteja e oriente as nossas palavras e a nossa comunicação. Mas logo nos vemos conversando com alguém que faz algum tipo de comentário que acaba por destruir totalmente as correntes que tanto oramos e pedimos para o Senhor colocar na nossa língua. Quando isso acontece logo que nos afastamos dessa desastrosa conversa ficamos tristes porque percebemos que falamos demais ou que falamos o que não deveríamos ter falado. Isso é muito comum.

Por outro lado, existe outro tipo de pessoa com as qual conversamos que isso não acontece. Nós conversamos com essa pessoa e nos sentimos muito bem. Não que tenhamos maior ou menos afinidade por essa segunda pessoa, mas sim, porque a conversa com ela é uma conversa mais saudável para o nosso espírito. É uma conversa que não nos perturba na hora e nem depois de conversarmos com ela. Aqui está um ponto muito importante: não adianta nada orarmos a Deus e pedir para que o Espírito Santo de Deus coloque um cadeado na nossa língua se não tomamos cuidado para selecionar cuidadosamente a hora, o lugar e nem as pessoas com as quais conversamos.

Existem pessoas que têm muito prazer de falar da vida alheia. Isso chega até ser um vício. Normalmente os comentários que essas pessoas fazem não são comentários bons ou edificantes, mas sim, sempre com o foco nas fraquezas ou erro das pessoas comentadas ou ainda sobre uma opinião pessoal sobre os defeitos da pessoa que é alvo dos comentários, nunca isso ocorre para exaltar uma qualidade, um acerto ou ponto positivo da outra pessoa. Essas pessoas sempre buscam falar do lado negativo dos outros.  Quando não encontram algo negativo para falarem de alguém elas inventam algo para falar.

Sem sombra de dúvidas, esse tipo de pessoa é alguém que sempre vai incentivar que também falemos mal, caluniemos ou façamos fofoca sobre alguém. Esse é um grande exemplo de como as nossas palavras e conversas podem ser influenciados negativamente. A conversa com esse tipo de pessoa “tóxica” deve sempre ser realizada com atenção e oração redobrada e, na pior das hipóteses, até evitada. Isso para não causar ou sofrer um mal maior.

E finalmente existem também os nossos pensamentos. Os nossos pensamentos alimentam o nosso coração e, é ali, do no nosso coração que as palavras sobem até a nossa boca e língua. Reprender e expulsar todo e qualquer tipo de pensamento negativo ou condenação sobre alguém é um ponto de fundamental importância para que nós venhamos a ter um controle maior sobre as palavras e conversas que produzimos. Sempre é bom lembrar que, na maioria das vezes, a nossa melhor palavra ou conversa é a nossa atenção, cordialidade, sorriso e, principalmente o nosso silêncio. Essa é uma tática muito difícil, mas é muito importante exercitar e colocar em prática. As pessoas que praticam isso além de não se envolverem em mal entendidos e consequências negativas por causa das suas palavras ou conversas, ainda são chamadas de sábias.  É realmente um meio excelente para não se envolver ou ser envolvido por fofocas.

Um forte abraço e fique com Deus.

Como Ser Mais Feliz

Inscreva-se no nosso canal do youtube:  AQUI!

Edilson Rodrigues Silva

Veja também: